English
Política de Recrutamento e Seleção


23-03-07

A Diretoria da LIGHT S.A., em reunião realizada em 29/01/2008, aprovou as alterações na Política de Recrutamento e Seleção, com vigência a partir desta data. Esta DEC altera e substitui a DEC nº 003/07 - Política de Recrutamento e Seleção, de 30/03/07.

1. OBJETIVO


Estabelecer diretrizes que viabilizem os processos de recrutamento e seleção de pessoal sintonizados com a missão e os objetivos estratégicos das Empresas do Grupo Light.

 

2. DIRETRIZES


2.1 - Da Movimentação de Pessoal
2.1.1 - Anualmente será realizado um planejamento do quadro de pessoal das Empresas do Grupo Light, que deverá constar das previsões orçamentárias e ser aprovado pela Diretoria.

2.1.2 - Toda solicitação de pessoal efetivo deverá ser formalizada, pela área solicitante, através do instrumento MP - Movimentação de Pessoal, de acordo com o quadro de pessoal anual aprovado.

2.1.3 - As solicitações de pessoal não planejadas no quadro de pessoal anual deverão ser submetidas à aprovação da Diretoria.

2.2 - Do Recrutamento
2.2.1 - As movimentações de pessoal deverão ser analisadas pela Superintendência de Estratégia de Gente, em conjunto com a área solicitante, considerando-se as possibilidades de recrutamento interno ou externo. A área solicitante e a Superintendência de Estratégia de Gente deverão zelar pelo atendimento aos requisitos gerais e específicos exigidos dos candidatos em cada movimentação de pessoal.

2.2.2 - O recrutamento interno denominado, a partir desta DEC, "Oportunidade Light”, tem por objetivo oferecer aos empregados, oportunidades de desenvolvimento e crescimento profissional nas Empresas do Grupo Light, disponibilizando, de acordo com o planejamento anual do quadro de pessoal, vagas nas diversas Diretorias para candidaturas voluntárias, com conhecimento do Gestor Imediato.

2.2.3 - As vagas disponibilizadas internamente deverão ser objeto de divulgação através dos canais de comunicação das Empresas do Grupo Light, destacando-se as exigências de requisitos para a função, as perspectivas de desenvolvimento, e as competências humanas, que serão avaliadas no processo de seleção.

2.2.4 - No caso onde, de comum acordo, a área solicitante e a Superintendência de Estratégia de Gente considerem a possibilidade da vaga ser preenchida através de promoção de empregado ocupante de posição na mesma linha de sucessão, a Superintendência de Estratégia de Gente dispensará a realização do processo de recrutamento interno, porém, o candidato será devidamente avaliado quanto ao atendimento aos requisitos gerais e específicos exigidos pela função e por metodologias e ferramentas de avaliação, que venham a ser definidas como necessárias.

2.2.5 - Os processos do "Oportunidade Light" são independentes, mas, interconectados. Apesar de para cada posição disponibilizada ser necessária uma inscrição, efetuada pelo próprio candidato, no caso de definição de vaga, para a qual existam candidatos pré-selecionados no banco de currículos, eles terão outra oportunidade de aproveitamento e serão consultados sobre o interesse na nova posição, considerando que cada um dos processos terá validade de 6 meses.

2.2.6 - O "Oportunidade Light" deve ser entendido como um instrumento eficaz na gestão estratégica do quadro de pessoal das Empresas do Grupo Light. Ao mesmo tempo em que auxilia as diversas áreas a identificar colaboradores com competências para atender às exigências de seus objetivos, proporciona mobilidade, desenvolvimento e reconhecimento para o quadro de pessoal e sinaliza possíveis inadequações, para as quais devem estar atentos os gestores das áreas e a Superintendência de Estratégia de Gente, na busca das correções dinâmicas necessárias.

2.2.7 - Quando a decisão for por recrutamento externo, o recrutamento poderá ser realizado através do Banco de Currículos externo ou por meio de contratação de consultoria especializada em Recrutamento e Seleção.

2.2.8 - É proibida a relação de subordinação direta entre parentes, bem como a lotação na mesma área de parentes, até 2º grau de parentesco, cônjuge ou companheiro.

2.3 - Da Seleção

2.3.1 - Do Processo de Seleção

2.3.1.1 - Os processos de seleção deverão ser realizados pela Superintendência de Estratégia de Gente, tanto para os recrutamentos internos como externos; os candidatos deverão ser avaliados em todas as etapas do processo seletivo, no que se refere a seu alinhamento em relação aos valores, missão e competências estratégicas das Empresas do Grupo Light e aos requisitos específicos da posição, estabelecidos no Plano de Cargos e Salários.

2.3.1.2 - Para garantir isenção e em casos de posições críticas que exijam a aplicação de metodologias e instrumentos de seleção específicos e inovadores, a seleção para o "Oportunidade Light" e para os processos externos poderá ser realizada por meio de contratação de consultoria especializada em Recrutamento e Seleção.

2.3.1.3 - Para qualificação dos processos, a área solicitante e a Superintendência de Estratégia de Gente deverão pautar a consultoria contratada e acompanhar as etapas do processo seletivo.

2.3.1.4 - A Superintendência de Estratégia de Gente ou a consultoria contratada deverá elaborar relatório dos candidatos que participaram do processo seletivo, e indicar 3 finalistas para entrevista final na área solicitante.

2.3.1.5 - Após a definição do candidato aprovado, a Superintendência de Estratégia de Gente informará ao(s) Gestor(es) Imediato(s) (áreas solicitante e cedente) e, posteriormente, ao empregado ou candidato selecionado.

2.3.1.6 - No caso de seleção para o "Oportunidade Light", a liberação do empregado aprovado é obrigatória e o prazo de transferência deverá ser negociado entre as Gerências solicitante e cedente. O prazo máximo para liberação do empregado é de 60 dias, contados após a data da divulgação do resultado da seleção. Neste mesmo prazo, se for o caso, a vaga desocupada deverá ser reposta.

2.3.1.7 - Para efetivação da transferência do empregado deverá ser emitida uma MP, de movimentação, pelo órgão cedente.

2.3.2 - Da Seleção de Executivos

2.3.2.1 - A seleção de Gerentes e Superintendentes deverá ser coordenada pela Superintendência de Estratégia de Gente, de acordo com os procedimentos formais de seleção, que podem ou não incluir a contratação de consultorias de headhunting.

2.3.2.2 - Todo preenchimento de posição executiva poderá ser feito através de análise das alternativas internas, sempre com o apoio da Diretoria de Gente.

2.3.2.3 - Os candidatos, sejam internos ou externos, serão avaliados por seu Superior Imediato, sempre com o apoio da Diretoria de Gente. Os candidatos à Superintendência deverão ter a aprovação de mais 3 Diretores. Os candidatos à Gerência deverão ter aprovação de 1 Diretor e 3 Superintendentes. No caso dos candidatos à coordenação, o Diretor deverá apresentar sumário curricular do candidato à Diretoria.

2.4. Da Admissão
2.4.1 - Toda contratação deve ser formalizada com a assinatura de Contrato de Trabalho por tempo indeterminado, com período de experiência definido em 90 dias, que permite ao Gestor avaliar a adequação do empregado, quanto ao perfil e desempenho profissional. Após esse período, será realizada a Avaliação do Período de Experiência que determina a continuidade ou não do contrato. No caso de inadequação do empregado, ele será substituído no final deste período, evitando-se o pagamento das verbas rescisórias integrais.

2.4.2 - Para empregados que tenham de exercer atividades de risco na nova função, o Gerente do órgão deverá providenciar a capacitação obrigatória e o credenciamento do empregado, conforme instrução normativa especifica, bem como nomear um profissional, preferencialmente de mesma função, de reconhecida performance em termos de segurança do trabalho, para ser o tutor do selecionado nos 6 primeiros meses do mesmo na função. A principal tarefa desse tutor é orientar o novo empregado em todos os cuidados em relação a riscos de acidente no exercício das atividades profissionais. Mensalmente, o tutor deverá apresentar ao Superior do empregado selecionado um breve relato sobre esse trabalho.

2.6. Da Integração
Todos os novos empregados deverão participar do Programa de Integração das Empresas do Grupo Light. Contudo, a área solicitante e a Diretoria de Gente deverão garantir a melhor acolhida e ambientação do novo empregado, inclusive promovendo sua adaptação à cultura do Grupo.

2.7 - Disposição Final
Qualquer exceção a presente política deverá ser aprovada em reunião de Diretoria.

José Luiz Alquéres
Diretor Presidente LIGHT S.A

 

 
Light © 2008. Todos os Direitos Reservados. | Contato | Powered by RIweb
 
Anterior Página 0 de 0 Próxima